Conte sua história: Elisa Pecinih

“Meu nome é Elisa, tenho 16 anos e superei a anorexia e bulimia. Tudo começou quando eu tinha 14 anos, eu era uma garota que sempre comeu de tudo e mais um pouco, exageradamente.

O café da manhã era 1 pacote de pão de forma com leite condensado e 2 copos gigantes de leite com achocolatado, todo dia o lanche da tarde era 1 pacote de trakinas e cheetos ou doritos, chocolate então?! nem se fala. Minha família sempre falava “menina para de comer tanto você vai acabar engordando.” e eu nem ligava, tinha 1,67 de altura e meu peso nunca passou de 54kg, olhando por IMC era uma pessoa saudável. Mas isso também começou na escola, entre amigas comparando os corpos, a ”barriguinha” a minha nunca foi chapada. Eu me sentia mal com isso, até que tentei emagrecer, consegui perder uns 2kg, mas não era o suficiente, queria mais, muito mais, mas não sabia o que fazer, eu amava comer besteiras. Então um dia vi uma matéria na TV, sobre anorexia, as meninas que emagreciam provocando vômitos, e parando de comer, não prestei atenção no quanto fazia mal e nas consequências que aquilo trazia, a única coisa que prestei atenção foi naqueles corpos magérrimos. Então pensei, se elas conseguem, porque eu não?!

20131120-121240.jpg

Fiquei vários dias pensando se provocava o primeiro vômito ou não… até que um dia eu tinha comido de mais, fui para o banheiro e … bom, vomitei. E daí foi indo, comia sempre e corria para vomitar para poder comer mais… perdi peso por algum tempo, mas comecei a não perder, então entrei em blogs à favor da anorexia, dando dicas, e comecei a segui-las, se vocês entrarem lá, vão ver quantas coisas absurdas estão escritas, mas para mim, aquilo foi como um luz, meus olhos brilhavam a cada frase que lia lá, das meninas que perdiam peso, etc. E comecei a fazer dias Low Food, e assim foi indo.. comecei a perder peso, força, unhas rsrs, fui ficando fraca, mas perdendo peso. Então quando fiquei com 48kg minha mãe me levou em uma médica, e ela falou que meu peso estava bom, me deu dicas de alguns alimentos, mas saindo de lá já fui comprar minha trakinas e consequentemente… vomitar.

20131120-121319.jpg

Era sempre assim, minha mãe começou a ficar preocupada porque eu estava emagrecendo muito rápido, ela só sabia que eu estava comendo menos, mas não imaginava que eu vomitava.
Então fomos num psicólogo do bairro, ele me encaminhou para outro, tive algumas consultas com ele, mas depois que eu fui e tinha perdido 5kg em 7 dias, ele me mandou para unicamp, para perder tanto eu já tinha começado a usar vários laxantes, vomitava até a água que eu bebia pensando que iria engordar, meu maior problema sempre foi a barriga, e toda vez que eu comia pensava que tudo que eu comia ficaria na barriga para o resto da vida e iria so aumentando e aumentando… Quase desmaiei algumas vezes na frente do meu namorado e do meu avô. qTeve uma vez que eu tomei 4 comprimidos, depois de 1 hora comi bastante e fui vomitar, logo pensei ” já era tenho que tomar mais” tomei mais 3. Fiquei a noite toda na cama suando frio, muita cólica, minha mãe ia me ver e pensava que eu estava apenas com cólica. Na Unicamp conheci várias meninas com os mesmo problemas que eu, algumas até piores.

20131120-121406.jpg

Eu fui internada depois de 1 ano de tratamento sem sucesso (pois eu não queria melhorar, e não adianta, quando alguém tem anorexia, não adianta ninguém falar, ela só melhora quando se toca, existe dois caminhos, ou você se toca e melhora, ou você morre. O médico uma vez me deu 10 meses de vida, meus avós (que eu amo muito) choraram na minha frente, e eu nem liguei, parecia que eu não tinha mais sentimentos, eles viviam falando ”você vai morrer” e eu só sabia falar ”vou morrer magra”, eu queria chegar no meu limite, fiquei internada durante 1 mês e sete dias, com 37kg e 1,67 de altura. Lá eu ficava pulando, correndo fazendo abdominais escondida dos médicos para não engordar pois para mim eu estava comendo de mais ( hoje eu me pergunto, se antigamente eu visse a comida que eu como hoje, eu saia correndo kkkk, antes eu achava muito 80g de arroz e 2 ovos aiai..).

Sai da internação com 42kg, e continuei o tratamento com os psicólogos, psiquiatras e nutricionista, e cheguei nos 52kg, me liberaram para fazer academia (meu sonho),me matriculei e não parei até hoje. Atualmente estou com 54,3kg a meta é 60 e depois voltar para os 57kg. Mas depois que entrei na academia voltei para os 48kg e comecei a ganhar direito, em massa magra, meu corpo com 52kg estava muito diferente do que com os 52 que eu entrei.
Minha irmã fala que foi tudo falta de informação, se eu tivesse pesquisado direito talvez isso não teria acontecido. Mas não me arrependo, aprendi muito com isso, e hoje tenho uma vida bem melhor, e saudável. Quem me ajudou em tudo isso foi minha família e meu namorado, que ficavam quase todos os dias comigo no HC (Hospital das Clinicas), mas em sei que em primeiro lugar fui eu, se eu não tivesse mudado meu jeito de pensar, talvez não estaria aqui hoje.

20131120-121048.jpg

Como digo, sempre gostei de me desafiar, e hoje me desafio ao contrário, em se tornar uma pessoa mais saudável e ter o corpo dos meus sonhos de maneira saudável. ”Não existe corpo perfeito, e você nunca terá o corpo de ninguém!”

20131120-121450.jpg

One Comment Add yours

  1. Menina, você e uma guerreira!! Parabéns!! Está linda, e que bom que conseguiu ver o que estava fazendo com você mesma. Continue se amando para ser sempre saudável!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s